quinta-feira, 19 de março de 2015

OS ABUTRES E A CARNIÇA




OS ABUTRES E A CARNIÇA






Em uma das belas canções dos Baiano e Os Novos Caetanos sucinta uma fábula do urubu e do boi:

O urubu está com raiva do boi
E eu já sei que ele tem razão
É que o urubu está querendo comer
Mais o boi não quer morrer
Não tem alimentação.

O abutre é uma ave de hábitos necrófagos têm as mesmas semelhanças do urubu, os mesmos intentos. Os dois têm como alimentação preferida, em comum, a carniça (matéria orgânica em decomposição).

Pode-se considerar o abutre um animal seboso? Não! Nada disso, por ser necrófago. A carniça é o seu alimento seleto que sacia a sua fome lhe proporcionando viver em  conformidade com as leis da natureza. E por incrível que pareça quem mais ultraja essas leis é o homem! Essa ação predatória parece  ser imcombátivel; e deixa rastros de destruição irreparável prejudicial a todos os outros seres, como se não tivesse como viver de forma unilateral sem perda pra ninguém. Isso será doença ou numismática? Muitas pessoas são acometidas de um cinismo (descaso pelas normas sociais ou  por uma moral preestabelecida), tão grande que não percebem o que se passa ao seu redor, e, quando se trata do ELEITOR X POLÍTICO a coisa é pior ainda. Se tornam irracional; confrontam-se com os bons costumes e desafiam a ciência.
Atentem bem! Pra que comportamento mais ignóbil que o do babão? Esse personagem é ignominioso, repudiado até pelo seu preposto. Coitado! Abra o olho senhor babão! Ninguém precisa viver em uma simbiose estreita  que só lhe sobra as migalhas, a repreensão, o carão. Aqui cumpre-se o modelo clientelista, paternalista.

Vocês que fazem parte dessa massa reflitam, lembre-se que você pode ser útil. Viver nessa pecha é nojento! Destrói os bons princípios e os conceitos na sua essência! É fedorento!

Mude assim: No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás. Gn. 3.19. Basta isso.

O abutre nesse contexto é melhor que o homem  a única coisa que ele quer é que não destruam o seu habitat. Ele está correto.